segunda-feira, agosto 17, 2009

Vou-me embora


...já vou tarde; já devia estar bem longe.
Don't you miss me e não chorem, que voltarei em breve.
Estarei atenta às parvoíces, com a máquina fotográfica pronta a disparar.
Vamos embora anão, deixa lá o teu jardim que temos a Costa Vicentina toda para explorar. Traz a prancha. Não, espera, acho que não temos espaço. Podes levar as braçadeiras, pronto.