terça-feira, dezembro 30, 2008

Pérolas, meus amigos


Desde que me tornei uma pessoa crescida tenho vindo a aprender uma série de coisas.
A não entrar na banheira sem ligar o esquentador;
a não deixar a roupa amontoar-se na sujidade com pena de não poder sair de casa por não ter nada para vestir;
a prestar atenção ao boletim meteorológico para não vir a correr do passeio a gritar "tenho roupa estendida!";
a certificar-me que existe em stock pão, manteiga, comida, lenços de papel ou papel higiénico (que são coisas que não convém que aconteça um "olha, afinal já não havia!" )
E tudo isto em malabarismo com os testes e as avaliações do raio que a parta. Entre as séries e os filmes, os jogos, a música e as saídas.
É fantástico como nunca tinha pensado nestas pequenas coisas.
Agora sou a rainha das massas no forno. Ando a aperfeiçoar a minha técnica na baba de camelo e na confecção de pipocas. Dois truques: Leite condensado já cozido e 3 minutos no microondas!
Estou pronta para os 30.
Venha daí o 2009!

16 comentários:

DuXa disse...

a fada do lar!sentada em cima da tua arca com o enchoval que primorosamente juntaste, ó para ti qualquer dia a aprender bilros e esmirna! ..qq dia lês os "ecos das feliteiras" :)

inês, a anónima disse...

eu nunca deixei de acreditar nos Glutões e até podia ser uma consumidora habitual de Planta; barrá-la nas torradas e nas belaichas!
Ando à procura de um belo naperon para pôr a adornar o meu cantinho; mas tu conheces-me bem e sabes que se for preciso, até pego nas agulhas e aprendo a fazer um! é a casa grande das águias a baixar em mim - conselhos da minha amiga Úrsula!:P

DuXa disse...

...desde que não me digas que arranjaste uma burra cega, fico descansada...e bolo de amÊndoa, já fazes? qq dia essas mãozinhas de ouro pintam o quadro do menino da lágrima:)

inês, a anónima disse...

Infelizmente a amêndoa ainda não entrou neste lar, nem eu sou crescida o suficiente para saber o preço do kg da mesma.
quanto à burra...podes estar descansada... conheço algumas mulas, mas não as trago para casa!

NoZ disse...

Eu sou defensora da baba de camelo da inês!
Aposto que o teu próximo passo será...cozinhar souflets, mas para isso ainda tens de ir comprar um avental.
Ainda me lembro do dia em que como uma verdadeira pupila, de olhos brilhantes e atentos, me escutavas a debitar informação sobre a maneira de colocar a máquina de lavar roupa a funcionar e agora cresceste e até já passas as saias plissadas a ferro, tipo na boa!

ps- arranjas fotocópias desse livro para mim?

inês, a anónima disse...

hahaha! eu vou tirar cópias do livro todo para termos em casa;)

Isabel disse...

ah! se eu deixar! é original e precioso não sei se deixo.

queixinhas disse...

eu não me gabava assim tanto da baba de camelo inês, comi a tua baba de camelo e fez-me diarreia. É só, obrigado.

inês, a anónima disse...

isso foi porque eu na tua pus 605 forte, mas nem assim consegui livrar-me de ti. é só, de nada.

queixinhas disse...

é o mesmo 605 que usas para os teus piolhos?

inês, a anónima disse...

ai queixinhas, hihihi hahaha:D:D
"para os meus piolhos uso o quitoso que tu me emprestaste." era isto que querias q respondesse?:P

Kassette disse...

vocês apanharam piolhos?
Bem...para além da desgraça da situação que vivem (@s professor@s) ainda têm que ir pra casa coçar o couro cabeludo!
Não há condições.

inês, a anónima disse...

piolhos tem a queixinhas. na boca.:D

Hanokh disse...

Olá Inês,

Caí aqui no teu blog mais ou menos por acaso e dou logo com os olhinhos nesta relíquia literária que eu tb tnh lá em casa...era da minha mãe*, já me ri tanto a lê-lo [principalmente a parte da "etiqueta"]...devo admitir que já me deu umas ajudinhas preciosas na cozinha [e eu que detesto cozinhar!!!]

* é por isso tb que o guardo com tanto carinho

fica bem :)

Ti disse...

Não resisto: eu tb tenho! (era da minha mãe!) :)

aespumadosdias disse...

Este livro é uma pérola. A minha tinha-o e consulto-o regularmente.